Vamos concretizar um sonho! Vota Luís Pingu Monteiro!

terça-feira, dezembro 18, 2007

Diz que é uma espécie de Escolhas de Natal

Nos últimos anos tornou-se costume a malta amiga pedir-me uns conselhos sobre vinhos para a época festiva que se avizinha. Andam convencidos que sei algumas coisas, porventura por não falar noutra coisa o resto do ano, e invariavelmente pedem-me que lhes indique umas quantas referências. Uns para consumir, outros para oferecer. Em comum, o facto de não querem gastar muito (o contrário é que era de admirar) e necessidade de adquirir os vinhos nos hipermercados mais conhecidos. Ou seja, é malta que não faz compras nas garrafeiras especializadas.

Ora estes dois requisitos tornam esta minha tarefa um desafio complicado de ultrapassar. E porquê? Quem acompanha as notas de prova aqui do nosso blog sabe que eu não sou uma máquina de prova, como os nossos “colegas” críticos que lançam guias anuais de compra, e portanto limito-me a pouco mais de uma centena de referências por ano. Ora, nessa minha limitação, tento ser criterioso: só bebo o que me apetece e o que a carteira permite. Negociando com a carteira, consegui um acordo: menos quantidade e mais qualidade. Como a qualidade vem associada ao preço mais elevado, os vinhos que provo raramente custam abaixo dos 5 euros e poucas vezes abaixo dos 10 euros. Dentro desta gama, geralmente são opções em restaurantes onde o a lógica multiplicativa do x2 e x3 ainda assim nos deixa beber um vinho abaixo dos 15/20 euros. Acresce a este facto que a maior dos vinhos que bebo são comprados em garrafeiras.

De modo a ultrapassar as minhas limitações, lancei-me à pesquisa. Não é o meu “selo de aprovação” (pois não provei todos) que estará presente na lista que aqui deixo mas antes um apanhado dos vários guias de compras que pesquisei. Tentei que fossem vinhos consensuais entre os vários guias e que, dentro de uma lógica preço/qualidade, pudessem os leitores interessados (e esses meus amigos) encontrá-los facilmente nos hipermercados/supermercados deste país.


Espumantes
Vértice Reserva 2004 – 11€ (J/C)
Murganheira Super Reserva Bruto 2001 – 11,5€ (J/C)
Vértice Super Reserva 2000 – 12,5/13,5€ (J/C) *

V. Verdes
Portal do Fidalgo 2006 – 5,3€ (J)
Deu La Deu 2006 – 5,8€ (J/C) *
Soalheiro 2006 – 8€ (C)

Douro
Qt. Fafide Reserva 2004 – 5€ (J) *
Duas Quintas 2005 – 8,3€ (J)
Qt. de La Rosa 2005 – 9,5€ (C)

Dão
Casa Santar 2004 – 5€ (J/C) *

Beiras/Bairrada
Colinas S. Lourenço 2005 – 5€ (C)

Estremadura/Bucelas
Prova Régia 2006 (B) – 4€ (C)

Ribatejo
Casal Coelheira 2006 (B) – 4,8€ (C)
Falcoaria Fernão Pires 2006 (B) – 5,2€ (J)

Setúbal
Adega Pegões Trincadeira 2005 – 5€ (J) *
Adega Pegões Colheita Seleccionada 2004 – 7,5€ (J) *
Periquita Reserva 2004 – 8€ (J)
Qt. Mimosa 2004 – 10€ (J) *

Alentejo
Casa Santa Vitória 2005 – 5€ (J/C)
Tinto da Talha Grande Escolha Touriga Nacional/Aragonez 2005 – 6,6€ (J)
Vinha do Almo Escolha 2005 – 9,2€ (J)
Cortes de Cima 2004 – 11€ (J)

Porto
Qt. Infantado LBV 2001 – 15€ (J) *
Qt. Infantado Vintage 2003 – 22€ (J/C) *


Os preços foram retirados do Continente (C) e Jumbo (J) online. Pelo que só são apresentados vinhos para os quais eu encontrei preços. Havia um conjunto de vinhos na short list que ficaram de fora por não conseguir apresentar os preços “verdadeiros”, apesar de eu saber que alguns deles se vendem nestes mesmos hipermercados (vejo-os nas prateleiras quando vou às compras).

Espero que ajude e que ainda vá a tempo das últimas compras de Natal.


p.s. Marcado a * os vinhos que já provei. A minha humilde opinião: nos brancos e espumante, abstenho-me, apesar de achar que, para quem não for entendido em espumantes, beber o Vértice Super Reserva ou um Raposeira de 2 euros é igual e se calhar no meio de convivas pouco conhecedores de marcas fica mais bem visto. Nos tintos, recomendo vivamente o Adega Pegões Trincadeira 2005 e o Adega Pegões Colheita Seleccionada 2004. Nos Portos, recomendo o Qt. Infantado LBV 2001.

4 comentário(s):

Nuno Burgundy disse...

Recomendações de vinhos sem ter provado??

Essa é nova! :)

Feliz natal.

Pedro Sousa P.T. disse...

Sou pelo Pegões Trincadeira, e o Colheita Sececçionada 2004, também Pegões. Não esquecendo os Verdes que foram bem escolhidos.
Abraço, e boas festas.

rui disse...

Caro Nuno,

eu expliquei bem no mail que esta é uma selecção que fiz dos vários guias de compras no mercado.

Posso adiantar que pesquisei os livro do João Paulo Martins, João Afonso, Rui Falcão, Nova-Critica e até "Os Melhores Vinhos entre 2 e 5 euros" do Aníbal Coutinho. Fiz uma short list daqueles que me pareceram mais ou menos consensual e verifiquei os preços na internet. Ou seja, se quiseres, as recomendações são dos nomes referidos em cima e não minhas. Eu tive foi o ingrato trabalho de compilar a informação.

Os únicos vinhos que recomendei de viva voz (e referi o facto explicitamente no post script) saíram dos vinhos que provei (marcados com o *).

Penso que não enganei ninguém.

Um abraço e Feliz Natal,
RC

rui disse...

Caro Pedro,

é sabida a minha "falta de jeito" para apreciar brancos e portanto penso que nos v.verdes, os apresentados, são praticamente consensuais em todas as publicações.

Aliás, o curioso é que deve ser das poucas regiões em que se consegue encontrar os topos da região em hipermercados. Até o Dorado encontrei online num dos hipermercados referidos no post(não me lembro qual). Porventura os preços não exagerados (comparados com outras regiões) ainda permita que estes vinhos sejam material de hipermercado.

Um abraço,
RC

p.s. Outro facto curioso, é o Dorado Superior 2005 ter recebido 10,5 valores do Rui Falcão (no limiar do positivo devido a problemas de oxidação nas três garrafas abertas)enquanto nas restantes publicações é considerado o melhor branco português. Mas esta e outras curiosidades ficam para um próximo post. :)

Template original desenhado por Dzelque Blogger Templates