Vamos concretizar um sonho! Vota Luís Pingu Monteiro!

segunda-feira, setembro 18, 2006

Hipermercados em feira (1)

E o primeiro a arrancar é o Carrefour, como, aliás, é seu apanágio. Promete o dito hipermercado, de 13 a 24 de Setembro, fazer “Os dias do vinho”.

De alguns anos a esta parte, chegado o fim das vindimas, começa o ritual das feiras de vinhos nos hipermercados e supermercados de Portugal. Carrefour, Feira Nova/Pingo Doce, Continente/Modelo, Jumbo/Pão de Açúcar, Supermercados Corte Inglês e Makro. Nenhum deles falta à chamada.

O Carrefour começa primeiro com poucas novidades, não passando a sua feira de uma colecção de vinhos que já existiam em stock mas que agora aparecem em promoção. Da lista de vinhos apresentada, sinceramente, o único vinho que me fará deslocar ao referido estabelecimento é o Evel Grande Escolha 2003 que se encontra a um preço de 12,80€, muito abaixo dos 15€/16€ que se encontra na maioria das garrafeiras e supermercados.

Lembro-me que há cerca de 3/ 4 anos na feira de vinhos do Carrefour se conseguiam encontram muito bons vinhos e mesmo algumas novidades. Quer neste, quer nos outros hipermercados. Daí para cá, não sei se devido à famigerada crise, à explosão de novas marcas, ao reposionamento no mercado quer de produtores quer de hipermercados, ou se devido a uma mescla disto tudo, a verdade é que as feiras de vinho se concentraram apenas na promoção de vinhos de baixa gama contando-se pelos dedos de uma mão o número de vinhos acima dos 10€.

Mas nem tudo são “espinhos”. Quase todos os hipermercados socorrem-se de enólogos para os “ajudar” a fazer os folhetos promocionais. Posso discutir as escolhas e as avaliações deste par enólogo/hipermercado mas existe um aspecto que eu tenho que louvar: a tentativa de ensinar o consumidor. Os conselhos de temperatura, serviço, acompanhamento são correctos. Tenho, especialmente, que agradecer aos hipermercados e aos seus folhetos o aviso permanente sobre a temperatura correcta de serviço. Pena é que, a maior parte dos donos de restaurante não vá às compras.

P.S. Daqui a 15 dias, quando estiver a decorrer as feiras nos outros hipermercados darei a minha opinião sobre as suas escolhas.

3 comentário(s):

Pingus Vinicus disse...

Caros amigos, já no ano passado tivemos o sinal. As feiras do Vinho, as verdadeiras, aquelas que nós gostavamos acabaram!

Agora parecem aquelas promoções do tipo: "leve dois frangos pague só um". Com o prazo de validade acabar ontem...

Tirando Evel Grande Escola, acrescentava o Quinta das Baceladas 2003 e o Touriga Nacional da Dona Ermelinda. Isto no Carrefour.

No Intermarché, nadinha, nepias.
No Pingo Doce muito fraco...

Um abração

rui disse...

O Intermarché geralmente nem considero nestas coisas. Quanto ao Pingo-Doce não sabia que já estava em “feira” porque geralmente acompanha o hipermercado do grupo: o Feira Nova. Há uns anos, o Pingo-Doce até começou com isto das feiras em grande com folhetos todos bonitos em papel brilhante mas já no ano passado foi extremamente fraco e pelos visto (e eu acredito em ti) este ano segue a mesma mediocridade.

Na minha opinião, o Jumbo tem sido nos últimos anos o melhor em termos de feiras (nota-se que existe uma preocupação em escolher os produtores) e exceptuado o ano passado o Feira Nova tinha uma muito boa selecção de vinhos do Porto. Lembro-me que comprei diversos vintages do ano 2000 neste hipermercado, depois deixaram de apostar neste tipo de vinho e já não se consegue arranjar os anos mais recentes. Ainda assim, consegue-se encontrar do ano 2000, Fonseca e Qt. Vesúvio a 50€.

Um abraço,
RC


P.S. A Makro tb consegue ter coisas razoáveis mas não é para toda a gente. Há que ter cartãozinho.

Pingus Vinicus disse...

Mas é capaz de teres razão relativamente ao Pingo Doce. Geralmente a feira decorre em simultaneo com o Feira Nova. Talvez seja uma campanha promocional para aquecer os motores. Vamos ver.

Relativamente ao Jumbo, também alinho na tua opinião, é capaz de se tornar a melhor Feira de Vinhos.

Abração
Rui

Template original desenhado por Dzelque Blogger Templates