Vamos concretizar um sonho! Vota Luís Pingu Monteiro!

quarta-feira, março 05, 2008

Os vinhos que compro lá para casa

Para elaborar esta lista andei a recolher as minhas listagens de provas e de compras do ano passado, comparando-as com a minha lista do que está actualmente na garrafeira. Foi um exercício engraçado e que me deu umas luzes interessantes sobre os meus consumos, embora tenha de levar em conta que este foi, de facto, um ano atípico. O nascimento da minha filha alterou um pouco os consumos cá de casa, por exemplo, a redução nas compras/consumo de vinhos brancos erosés foi notória, uma vez que as almoçaradas de verão foram em muito menor número, as compras/consumo de vinho do porto também se ressentiu, em virtude de já não consumir tantas vezes aquele copito no final da noite. Com o tempo a passar a normalidade vai regressando e o final do ano já foi mais de acordo com os anos anteriores.

Não vou aqui listar notas nem classificações, vou apenas abordar as compras e o meu nível de satisfação com elas. Esta listagem serve apenas como indicativo dos vinhos que compro para minha casa, para que se entenda melhor os meus gostos e que dessa forma possam melhor interpretar os meus comentários.


Os vinhos estrela
Os vinhos que aqui listo são aqueles que, pelo preço ou pela qualidade, considero vinhos de topo em Portugal, são em regra vinhos com preços mais elevados (> 20€) e que são normalmente garante de grande qualidade:
- Qt. Leda 2004
- Qt. Crasto VV 2004
- Redoma 2004/2005
- Poeira 2004
- Qt. Vale Meão 2003/2005
- Pintas 2005
- Cortes de Cima Reserva 2003
- Batuta 2005
- Ramos Pinto Reserva 2003

Os vinhos de combate
Nesta categoria incluo os vinhos que comprei em maior quantidade, e que serviram com bravura no consumo semanal, os seu preços são médios (10€ - 20€), mas em alguns casos até se revelam verdadeiras pérolas:
- Prazo de Roriz 2004
- Aneto 2003
- Vértice 2003
- Talentvs 2004
- Qt. Perdigão Touriga Nacional 2004
- Qt. Seara d'Ordens Touriga Nacional 2004
- Duas Quintas 2005

Os vinhos da normalidade
Nesta categoria incluo os vinhos que são simpáticos mas que não se destacam o suficiente, quer pelo preço, quer pela qualidade:
- Meandro 2004
- Herdade dos Grous 2004
- Vertente 2005
- Qt. Marias Cuvée TT 2005
- Herdade dos Lagos Reserva 2005

Os vinhos da desilusão
Aqui incluo os vinhos que de alguma forma me desiludiram e que não me deixaram grande impressão para novas colheitas:
- Diálogo 2005
- Fagote Reserva 2003
- Montes Claros Reserva 2004


Os outros
Aqui vou incluir algumas referências de vinhos Madeira/Porto/Late Harvest, como o consumo não foi muito elevado não vou destacar nenhum, até porque em todos os casos se revelam vinhos de boa qualidade e que não deixam ninguém ficar mal. Com excepção do Malvasia 30 anos (55€) todos os outros se situam entre os 13€ e os 30€:
- Crossard Gordon Colheita 1994
- Barbeitos Malvasia 10 anos
- Barbeitos Malvasia 30 anos Lote Especial

- Grandjó Late Harvest 2005
- Casal Figueira Late Harvest 2002

- Qt. Infantado Vintage 2003
- Qt. Infantado LBV 2001
- Nieport LBV 2001


Para quem não leu, este post é o segundo artigo da série iniciada com o post "O meu processo de compra de vinhos"

4 comentário(s):

AJS disse...

Caro Ricardo A esmagadora maioria são "Douro". Há alguma esplicação para além da preferência particular. Será que os outros não têm a qualidade desejada? AJS

ricardo disse...

Não, não há nenhuma explicação para além do gosto pessoal. Não está tanto relacionado com a qualidade do vinho, que acho existir em todas as outras zonas, mas sim com o perfil dos vinhos com os quais me identifico mais.

Um abraço,
RR

Pedro Sousa P.T. disse...

Também como tu, tive uma filhota faz pouco tempo, e realmente a minha vida mudou bastante, mas fiquei a ganhar numa coisa, é que o dinheiro que era canalizado para as borgas, e os fins de semana fora, agora vão para umas garrafinhas um pouco melhores. E também para as fraldas...
Um abraço.

Anónimo disse...

Onde encon
tro o MONTES CLAROS RESERVA?

Template original desenhado por Dzelque Blogger Templates